26 fevereiro 2009

Ainda Heath Ledger

Photobucket

The Imaginarium of Doctor Parnassus pode não chegar aos cinemas norte-americanos devido à falta de distribuidor para o projecto, descrito como "demasiado experimental" e um possível "fracasso de bilheteira".

O filme de Terry Gillian foi o último papel de Heath Ledger, mas parece que nem o Oscar póstumo por The Dark Knight pode salvar The Imaginarium of Doctor Parnassus. O filme esteve em risco de não ser terminado, pois o actor morreu a meio das filmagens, mas a entrada no projecto de actores como Jude Law, Colin Farrell e Johnny Depp permitiu finalizar a produção.

O filme narra a história de um velho mágico que oferece aos clientes muito mais do que o esperado. Apesar de não estar assegurada a estreia norte-americana, The Imaginarium of Doctor Parnassus vai estrear nos cinemas britânicos no próximo verão.

8 comentários:

JHB disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cláudia disse...

Verifiquei também o imdb, mas pode estar enganado ou desactualizado.

Filipa Júlio disse...

vi, um dia destes, os irmãos grimm, com a mesma dupla realizador/actor. achei, verdadeiramente e de fio a pavio, Mau. com M maiúsculo.
por isso, algumas reticências ...

Cláudia disse...

Terry Gillian não é fácil, é um realizador algo diferente... tem alguns filmes de que não gosto também, mas por acaso achei piada ao Brothers Grimm ;)

Álvaro Martins disse...

Pois, eu também gosto de Terry Gillian, principalmente do Brasil e do Twelve Monkeys. Mas como ele nos Monty Phyton não volta a aparecer.

Abraços

Filipa Júlio disse...

Vi, dele, o Fear and Loathing in Las Vegas, o The Adventures of Baron Munchausen, o The Fisher King e alguns dos Monty Phyton. Gostei de todos, de uns mais do que outros, mas achei que todos todos tinham uma pitadinha cáustica, barroca e genial.
O Brothers Grimm fica-se pelos cenários de conto de fadas (a lembrar o sleepy hollow do Grande Burton) sem aquela pitadinha extra; por isso, desiludiu-me. :)

Cláudia disse...

Álvaro: o Brazil nunca vi, mas gostei das trocas temporais de 12 Monkeys.

Filipa: como não tinha expectativas nenhumas, acabei por achar piada. Só vi o filme quase 1 ano depois da estreia e de ter visto imensas críticas negativas.

André Soto disse...

Já não há lugar para bons filmes, tudo o que conta agora é o dinheiro que o projecto pode render. Triste...
Terry Gilliam é brilhante, Fear and Loathing in Las Vegas, Twelve Monkeys e Brazil são filmes excelentes, mas foi Tideland que me fez apaixonar por ele. Mas como é um filme difícil, também foi um fracasso de bilheteira.