03 dezembro 2007

Mode: Edit Especial II

Fotogramas escolhidos a dedo. Puras coincidências... ou talvez não.

Imagens de filmes e recordações cinéfilas.

Pietà by Hitchcock

The Man Who Knew Too Much (Alfred Hitchcock, 1934)

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Lifeboat (Alfred Hitchcock, 1944)

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Spellbound (Alfred Hitchcock, 1945)

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Notorious (Alfred Hitchcock, 1946)

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

I Confess (Alfred Hitchcock, 1953)

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Rear Window (Alfred Hitchcock, 1954)

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Vertigo (Alfred Hitchcock, 1958)

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Marnie (Alfred Hitchcock, 1964)

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Torn Curtain (Alfred Hitchcock, 1966)

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Topaz (Alfred Hitchcock, 1969)

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

E ainda...

Viskningar och rop aka Cries and Whispers (Ingmar Bergman, 1972)

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Les Amants du Pont-Neuf (Leos Carax, 1991)

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Bringing Out the Dead (Martin Scorsese, 1999)

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

PS - É o post 600!

18 comentários:

Eyes wide open disse...

E que bonita forma de o comemorar...

*

Hobbes disse...

Parabéns pelos 600 golpes.

Cataclismo Cerebral disse...

Adorei este post, está fabuloso. Já agora, parabéns pelo nº 600!

bbrown disse...

Belíssimo post. Assim de repente lembro-me de composições semelhantes em outros filmes de Hitchcock (pelo menos no The Man Who Knew Too Much de '56, no Secret Agent e no 39 Steps).

menina limão disse...

estive a ver todos os teus mode: edit e são realmente posts fantásticos.

bbrown disse...

E já agora, creio que esse Bergman é o Lágrimas e Suspiros :)

_Loot_ disse...

Nunca vi o "The Man Who Knew Too Much" de 34, só o de 56, qual o que preferes?

Gosto muito do que andas a ver no home cinema, ando agora a seguir a 5ºseason :)

e Parabéns pelos 600

gustavosampaio disse...

parabéns!

e que excelente post!

:)

wasted blues disse...

Eyes wide open: obrigado :)

Hobbes: é bom ver-te por aqui ;)

Cataclismo: obrigado, mas não se pode dizer que seja uma grande produção em quase 3 anos... :D

bbrown: andei a (re)ver, por alto, praticamente todos os filmes de Hitchcock - "The Man" e "39 Steps" incluídos, e não reparei. Mas pode ter-me escapado ;)

E obrigado pela correcção. Não vi nem um nem outro, confesso... e acabei por fazer a confusão.

Limão: que paciência ;)

Loot: gosto dos 2, acabam por ser filmes bastante diferentes apesar de terem a mesma história. Mas acho que prefiro o de 56, embora ninguém bata o Peter Lorre no primeiro!

Como está a 5ª season?

Gustavo: obrigado, Gustavo! :)

Ursdens disse...

Muitos parabéns! Continua a publicar posts, os teus valem sempre a pena serem vistos! :)

menina limão disse...

hoje vim um filme que vai contribuir para esta série pietà. logo te mostro. ;)

wasted blues disse...

Ursdens: que simpático da tua parte! :)

Limonada: mal posso esperar!

Paulo disse...

Fabuloso. Parabéns! :-)

_Loot_ disse...

Tem sido diferente, um quase "começar de novo". A 4º soube-me a pouco mas parecia ser mesmo o final, afinal ainda decidiram continuar, eu não me queixo :P

H. disse...

Grande post! (Parabéns, by the way)

Dentro dos Hitchcock, a de Topaz é provavelmente a melhor conseguida, ou a mais directa na evocação. Esse filme tem outro momento extraordinário, que é a morte da mulher com o vestido roxo. Acho que até já fizeste um post sobre isso por acaso... ;)

rf. disse...

parabéns. excelente este post... assim como a mudança do banner do blog.

wasted blues disse...

Paulo: obrigado! :)

Loot: ainda só vi um episódio da 4... quando acabar digo-te qualquer coisa ;)

Helena: foi o fotograma do "Topaz" que me levou a procurar os outros. E sim, fiz um post com essa morte, que é a minha morte favorita em Hitchcock! Boa memória ;)

rf.: obrigado! Quanto ao banner, eu vou mudando de vez em quando. Adoro este, mas já tenho saudades da bande à part!

Miguel Marujo disse...

venho tarde, mas nunca se chega tarde a este porto de bom gosto...