13 setembro 2007

A preguiça de Woody

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Durante a apresentação de Cassandra's Dream, no 32º Festival Internacional de Cinema de Toronto, Woody confessou a preguiça à agência de notícias France Press.

Em tradução livre, na primeira (inigualável) pessoa, aqui fica Woody:

"Sou preguiçoso. Filmo as minhas cenas e volto para casa para tratar da minha vida. De manhã, chego ao plateau, preparo as cenas, os actores chegam, representam, e se está bem feito não vejo motivos para continuar."

"Não digo que seja um bom hábito, apenas não tenho a paciência para fazer as coisas como toda a gente. Os outros são mais meticulosos do que eu. Filmam uma cena de um ângulo, depois de outro, depois outro, depois de câmara ao ombro, e um grande plano, seguido de um plano ainda mais próximo... fazem num dia ou dois aquilo que eu posso fazer em duas horas."

"Não sou um perfeccionista."

"Faço cinema pelas razões mais superficiais que existem... para conhecer mulheres e ter pouco trabalho... Nunca fiz cinema por ter aspirações nobres mas por essas razões mais mundanas."

"Decidi que a minha vida era mais importante, a minha família, os meus filhos, o meu clarinete, os jogos de basketball e de baseball. Todas essas coisas superficiais são mais importantes do que fazer um filme perfeito."

"Sempre disse, e as pessoas pensavam que estava a brincar, que a única coisa que me separa da grandiosidade sou eu próprio. Não há desculpas se não faço um bom trabalho, não posso culpar ninguém."

AFP 3 - 12-09-2007 20:06:00 - Canada-USA-cinéma-festival-people

Par Guillaume LAVALLEE

12 comentários:

Pedro disse...

uau, e dps faz os filmes q faz, olhem se ele fosse perfeccionista!

Daniel Pereira disse...

Para conhecer mulheres e trabalhar pouco. Muito bom.

Paulo disse...

"Filmam uma cena de um ângulo, depois de outro, depois outro, depois de câmara ao ombro, e um grande plano, seguido de um plano ainda mais próximo... fazem num dia ou dois aquilo que eu posso fazer em duas horas."

Adoooro!

Gonçalo Trindade disse...

Curioso, normalmente os génios costumam ser perfeccionistas... pareece que o Woody é a excepção :).

Luís Alves disse...

fantástico excerto. e cheira-me que ele não está a brincar ao ser assim tão sincero.

zarolho disse...

...não é para todos!!!

Cataclismo Cerebral disse...

Este homem é um génio e um dos cineastas que mais admiro. E quase tudo o que ele diz são pérolas de sabedoria e de comicidade.

Bjs

wasted blues disse...

Pedro: pois, já imaginaste?

Daniel: Woody igual a si próprio! :P

Paulo: preguiçoso ou prático? eheh

Gonçalo: faz parte do charme ;)

Luís: claro que não e acho que com a idade ainda ficou mais. Aquilo que ele diz de apreciar a vida, a família, os jogos é de alguém que já não está mesmo para se chatear muito e que se pode dar ao luxo de o fazer!

zarolho pois não!

Paulo disse...

Nem preguiçoso nem prático... só mesmo Woody ;-)

wasted blues disse...

;)

Knoxville disse...

Igual a si próprio. Gigante, Monstruoso, Simples ;)

CP disse...

até a falar a verdade este homem é genial. caraças!