18 julho 2007

Standin' in the rain

Ultimamente, a Ghibli tem sido companhia fiel. Conhecia-lhe a fama e já tinha visto alguns filmes de Hayao Miyazaki. No entanto, ao propôr-me ver tudo o que ainda não conhecia, não só do realizador mas também do seu mítico estúdio, confesso que não estava preparada. É que cada obra Ghibli é prima. É masterpiece.

Tonari no Totoro, por exemplo, é delicioso. Realizado em 1988, por Miyazaki, conta a história de duas meninas que se mudam com o pai para uma casa no interior do Japão, para ficarem perto do hospital onde a mãe está internada. Até que um dia, Mei, de quatro anos, enquanto brinca sozinha, encontra uma pequena criatura, parecida com um coelho, que tenta tornar-se invisível quando se apercebe de que Mei está a seguir os seus passos. Enquanto foge, na companhia de outra criatura ligeiramente maior, acaba por guiar Mei para o interior de uma grande árvore. Ali mora Totoro, um espírito da floresta, uma criatura grande e peluda que faz as delícias de Mei, tornada, de repente, uma espécie de Alice no país das maravilhas. É o início de uma bela viagem, daquelas que fazemos sem realmente partirmos.

Miyazaki inspirou-se na sua própria infância para criar este mundo maravilhoso. Apesar de ser considerado um dos filmes mais infantis do mestre, a verdade é que a sua mensagem não o é. A fantasia é equilibrada com a realidade com inteligência, o que torna o filme atraente para qualquer idade.


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Todo o filme tem momentos singulares. Mas destacaria uma chuvada surreal. Quando Satsuki e Mei resolvem ir até à paragem de autocarro esperar o pai...

Não conto mais. Para ver, basta clicar na imagem!

7 comentários:

Francisco Mendes disse...

Filmes de Miyazaki são chávenas de cacau quente numa noite de Inverno. E este "Tonari no totoro" em particular é uma verdadeira doçura.

diogo disse...

"É que cada obra Ghibli é prima. É masterpiece."
Já vi quatro filmes do estúdio (todos do Miyazaki) e só "Princesa Mononoke" me desiludiu um pouco...
Os restantes três, incluindo este "Tonari no Totoro", são mesmo "masterpieces". Os filmes do estúdio Ghibli têm grandes histórias e a animação é excelente, rica em pormenores.
Ainda bem que ainda há quem se dedique à animação tradicional.
Agora gostava que estreasse o novo filme do estúdio Ghibli "Tales from Earthsea", do filho de Miyazaki.

Skywatcher disse...

A banda sonora do Tonari no Totoro é a única que tem a capacidade de me deixar sempre sorridente e bem-disposto, por mais deprimido que esteja.
Anda sempre no carro para "aqueles" dias...

Carapaus com Chantilly disse...

A tradução é "O meu vizinho Totoro" e é um dos mais brilhantes filmes do estúdio e de Miyazaki na minha opinião.
CP

P.S. Welcome back WB!

Nathako disse...

Mon film préféré de Miyasaki!!!
Le plus fort, le plus délicat, le plus... délicieux comme tu dis ;-)

Et en plus, tu as fait fort, la photo que tu as choisie correspond à ma scène préférée du film!
J'aime cette pluie fine, le contraste entre le volume de Totoro et la taille du parapluie, tenu délicatement avec ses ongles... j'aime le son des gouttes qui tombent sur le parapluie...

Un film plein de sensations, le meilleur pour moi.

(you don't mind if I write in french...? :-p )

wasted blues disse...

Francisco: são filmes fabulosos!

Diogo: como podes dizer que Mononoke te desiludiu? É um filme fantástico, recheado de mitologia e de mensagem ecológica (como é habitual na Ghibli)! O filme simplesmente deixou-me sem ar, tal o seu poder. Tem cenas (no final) que me deixaram com um nó na garganta indescritível! ;)

Também estou curiosa para ver o Tales!

Skywatcher: tenho de arranjar isso :) E mais uma vez, obrigado ;)

Carapaus: no meu caso, se começo a dizer os favoritos, a lista cresce, cresce. Já vi todos do Miyazaki e quase todos da Ghibli, e todos me arrebatam, de uma forma ou de outra :)

Obrigado, é bom estar de volta quando somos recebidos com tanto carinho! :)

Nathako: I don't mind if you write in french, but I have to answer in english ehehehe ;)

First, welcome back! Next, it's my favorite scene too, with the bus-cat showing next :D

Alan Smithee disse...

Eu adoro este filme.
Bem vinda de volta :)