05 maio 2007

"It"

Don Hewes: A girl dancer has to be exotic; she has to be - a peach.

Hannah Brown: I suppose I'm a lemon!

Fred Astaire é Don Hewes, um fabuloso dançarino que acaba de ser deixado para trás pela sua companheira de dança e de vida. Para lhe provar que consegue viver sem ela, pega numa rapariga simples e diz-lhe que a vai transformar numa estrela. Claro que a rapariga não é assim tão simples... ela é Judy Garland.


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Mas antes de começarem as lições, Don quer descobrir se Hannah tem "it". Pergunta-lhe, por isso, se quando ela anda na rua os homens procuram os seus olhos, se se viram quando ela passa. Face à resposta hesitante de Hannah, Don pede-lhe que ela caminhe sozinha, à sua frente.


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Aos primeiros passos, nada acontece. Hannah até sorri aos cavalheiros que passam por ela, numa tentativa desesperada de provar a Don que ela tem "it". Até que, de repente, todos os cavalheiros que passam por Hannah começam a olhar para ela, deixando Don surpreendido.


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

O que Don desconhece é que o charme de Hannah (e de Judy) não é a beleza estonteante, mas o seu talento, sentido de humor, inteligência... e, claro, uma bela careta!


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Easter Parade (1948)

3 comentários:

Nuno Pires disse...

Eheh, muito bom!

Pedro disse...

adoro essa expressão, "it", em português não existem essas pequenas expressões que significam tanto...ou pelo menos n sao tao boas!

Hugo disse...

A careta dá sempre jeito. ehehe