20 abril 2007

Cannes 2007

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Filmes em Competição:

My Blueberry Nights de Wong Kar Wai
Auf Der Anderen Seite de Fatih Akin
Une vieille maîtresse de Catherine Breillat
No Country for Old Men de Joel & Ethan Coen
Zodiac de David Fincher
We Own the Night de James Gray
Les Chansons d'Amour de Christophe Honoré
Mogari No Mori (The Mourning Forest) de Naomi Kawase
Breath de Kim Ki Duk
Zavet (Promise Me This) de Emir Kusturica
Milyang (Secret Sunshine) de Lee Chang-dong
4 Luni, 3 Saptamini si 2 Zile de Cristian Mungiu
Tehilim de Raphaël Nadjari
Luz silenciosa (Silent Light) de Carlos Reygadas
Persepolis de Marjane Satrapi e Vincent Paronnaud
Le scaphandre et le papillon de Julian Schnabel
Import/Export de Ulrich Seidl
Alexandra de Alexander Sokourov
Death Proof de Quentin Tarantino
The Man From London de Béla Tarr
Paranoid Park de Gus Van Sant
Izgnadie de Andrey Zvyagintsev

O júri deste ano é composto por Stephen Frears (presidente), Maggie Cheung, Toni Collete, Maria De Medeiros, Sarah Polley, Marco Bellocchio, Orhan Pamuk, Michel Piccoli e Abderrahmane Sissako.

Podem ir seguindo as novidades aqui!

5 comentários:

Hugo Alves disse...

promete!

Fábio Jesus disse...

O que eu dava para lá dar um salto, nem que fosse para ver só o novo de Wong Kar Wai e o novo dos Coen.

Cumprimentos

Herlander Rui disse...

Não aparenta ser uma competição mas sim um desfile de GRANDES estrelas ... entre o júri , está uma sra que não consigo identificar a relação com o cinema ... Maria qualquer coisa , acho que é cantora ... não?
;P

Alan Smithee disse...

É uma programação interessante, mas parece-me que o festival de Cannes é cada vez mais um festival fechado em si mesmo. Ou seja, a maioria destes nomes são os já chamados “habitues” de Cannes. Cada vez mais parece um festival só para amigos. De uns anos a esta parte, deixou de haver inovação, deixou de haver apostas no desconhecido.
Pelo contrário, o festival de Veneza tem sido nos últimos anos, palco de uma multiplicidade e pluralidade de escolhas e visões cinematográficas. E penso que a programação deste ano de Veneza, o irá de novo confirmar.

wasted blues disse...

De facto, muitos nomes conhecidos, quase "velhos amigos". Mas é uma programação que promete!