17 março 2007

300 irrita Irão

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

O Irão está irritado com o filme 300, de Zack Snyder, que recria a batalha das Termópilas, travada entre gregos e persas há 2500 anos. O país de Mahmud Ahmadinejad considera esta adaptação uma guerra psicológica dos Estados Unidos contra o Irão, que ocupa actualmente um território da antiga Pérsia.

O filme é a adaptação para o cinema de uma banda desenhada de Frank Miller, onde 300 espartanos enfrentaram e venceram milhares de persas. O jornal iraniano Ayandeh-No escreve que "Hollywood declarou guerra aos iranianos", que o filme deixa ao espectador a mensagem de que o Irão "é uma fonte de mal" e que os antepassados dos iranianos foram "assassinos selvagens e imbecis".

300 estreia em Portugal a 5 de Abril.

9 comentários:

Ricardo disse...

Palhaços!

Saberão ao menos há quantos anos já existia a banda desenhada? Nessa altura não lhes deu a comichão? Mas vá lá, nem tudo é mau, parece que já vão a anteestreias lá no Irão.

E depois querem que os outros os levem a sério com atitudes destas...

Insano disse...

Mas tipo o País todo.... eu agora também sempre que o Sócrates der a opinião, também está a dar a minha opinião...

É muito perigoso pôr frases em bandeiras de países...

_Loot_ disse...

A BD conheço bastante bem e de atentado ao Irão não tem nada.
5 de Abril? tá quase.

Ricardo disse...

Insano não queiras comparar o "teu" país com auqeles países onde o que o governante/líder religioso diz é Lei.

Além disso obviamente que deve ser o país todo... que vê cinema. Porque o resto nem TV deve ter.

wasted blues disse...

Por acaso quando o Durão Barroso, há 4 anos, tirou fotografias ao lado de Bush não foi "Portugal" a apoiar os Estados Unidos?

Insano disse...

Aconselho-vos a ver uma mini foto-reportagem que saíu na Visão da Semana passada, sobre as várias faces do Irão.

wasted blues disse...

Escrever Irão em vez de "alguns iranianos irritados com 300", é isso que te provoca celeuma? É que das duas formas é uma generalização.

Acho que o exemplo que dei sobre Portugal te explica bem essa "generalização". Eu não apoiei Bush e tu? No entanto, a notícia era... ;)

alan smithee disse...

Vi hoje o trailer no cinema e fiquei francamente desiludido. Espero estar enganado, mas parece-me uma “banhada”.

dreamweaver disse...

andam sempre a criar conflitos! o que é uma coisa tem a ver com outra. Eu nem sequer tinha pensado nisso,mas pronto...