30 outubro 2006

Hostel 2

Photobucket - Video and Image Hosting

O primeiro filme tornou-se um guilty pleasure. Não foi visto em circunstâncias normais, o que ajudou ao estatuto adquirido. Hostel, de Eli Roth, marcou a minha primeira ida ao Fantasporto, em Fevereiro deste ano. Estou convencida de que o filme me teria passado quase despercebido se não tivesse feito parte do festival. Quase... porque para os distraídos existia a manobra de marketing no cartaz, ou seja, o nome de Quentin Tarantino.

Não é o meu género de filme, admito. Mas visto no ambiente do Fantasporto ganhou outro olhar. Uma sala cheia... não, repleta de um público ávido por terror e sangue (no melhor dos sentidos) foi o ambiente perfeito para ver um filme deste tipo. Não é todos os dias que ouvimos gargalhadas perante cenas tão fortes ou palmas por um maior esguicho de sangue.

Por tudo isto, aproveito para deixar aqui o teaser da (inevitável) sequela. Bem a propósito de um Halloween! Espero também poder ver Hostel 2 no próximo Fantasporto!

3 comentários:

Nuno Pires disse...

"Hostel" também não é o meu género de filme - e quando digo isso, é que realmente não consigo ver. Além da primeira parte do filme (que é soft) também não me ter interessado em nada...

Skywatcher disse...

De Hostel guardo o brilho nos olhos wasted blues sempre que alguém "apanhava por tabela" e do seu sorriso ávido de sangue, sempre à espera da próxima vítima. Toda aquela violência latente e eu mesmo ali sentado ao lado dela. Fiquei marcado. Ainda hoje de vez em quando acordo a meio da noite.
Agora ela quer ir ver o 2.
Medo... muito medo.

wasted blues disse...

Nuno - confesso que fechei os olhos algumas vezes ;)

Sky - nem imaginas o que me ri com esta tua tirada! És um trengo ahahahah :P